Aposentada de Campinas pede ajuda de entidades para cuidar de 40 cães

Maria Aparecida cuida de 40 cachorros em sua casa em Campinas, SP

Voluntária de 70 anos não sabe a quem recorrer para conseguir apoio

A aposentada Maria Aparecida Silva

Dados da Secretaria de Saúde revelam que pelo menos 30 mil cães estão nas ruas da cidade. Segundo informações do Disque-Denúncia, o número de ligações relacionadas aos maus-tratos de animais subiu em 122,7% nos último ano.

Foram feitas 571 reclamações em 2011, e 257 em 2010.
Aos 70 anos, a voluntária cuida de 40 cachorros em sua casa, na Vila Costa e Silva, já que não existe lei ou órgão municipal que ofereça esses cuidados.

Maria Aparecida não se considera uma protetora e apenas diz

A preocupação com os cuidados necessários chegou a causar danos à saúde da aposentada.

Segundo o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Campinas, cerca de 70 animais de pequeno porte, como cães e gatos, são recolhidos todos os meses, mas o centro trabalha apenas com animais que apresentem riscos à população.

Maria Aparecida apelou para as ONGs, mas ficou decepcionada.

A aposentada diz não saber mais a quem recorrer.

Abandonar os cachorros novamente está fora de questão, no entanto, Maria não recolhe mais novos bichos.

Estatística

Somente nos primeiros oito dias de março, foram feitas 17 denúncias de maus tratos animais, ao Disque-Denúncia de Campinas. Ao todo, foram 107 denúncias em 2012.


Conexão Pet
alerta que as pessoas precisam estar cientes de que quando recolhem um animal, assumem a responsabilidade por eles. Infelizmente, a maior parte das ONGs do Brasil está superlotada e sem dinheiro para cuidar adequadamente de tantos animais. O papel das prefeituras deve ser cobrado: é preciso que castrem e cuidem dos animais doentes e abandonados.

 

Fonte: G1

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>