Excalibur, o cachorro da enfermeira infectada por ebola, é morto na Espanha

Excalibur foi morto por autoridades de Madri

Apesar dos protestos no mundo inteiro, autoridades não pouparam animal

Excalibur, o cachorro da enfermeira infectada por ebola na Espanha, foi morto na manhã de quarta-feira. A informação foi confirmada por autoridades de Madri.

De acordo com o governo regional da cidade espanhola, a medida visava conter

Excalibur foi levado para a eutanásia apesar do protesto de ativistas que se manifestavam em frente ao prédio de residência do casal Romero. Duas pessoas ficaram feridas no protesto, entre elas um homem de 30 anos que foi socorrido com traumatismo craniano, informou o serviço regional de emergência. A polícia informou não ter registrado feridos.

Para tentar evitar a morte do cão, Javier Romero denunciou o caso à imprensa internacional e um abaixo-assinado foi criado na Internet para que o cão ficasse em quarentena em vez de ser morto. Mais de 400 mil pessoas no mundo todo assinaram a petição.

O serviço de saúde do governo madrilenho se justificou explicando que os cães podem ser portadores do vírus, sem apresentar os sintomas da doença.

Conexão Pet lamenta que as autoridades de Madri tenham tido tanta pressa em matar o animal e sequer tenham oferecido uma chance a Excalibur.

 

Fonte: Com informações de G1

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>