Grupo cobra medidas a favor do direito dos animais em Curitiba

Entidades querem criação de políticas públicas para animais

Criação de um sistema de identificação, controle do comércio e criadouros, implantação de políticas públicas que contemplem a esterilização e controle da população de cães e gatos, educação para respeito aos direitos dos animais e atendimento público a bichos que estejam em situações de risco ou tenham sofrido maus tratos. Essas são as demandas consideradas prioritárias pelo Fórum de Defesa dos Direitos dos Animais (FDDA) de Curitiba para serem implementadas no município.

De acordo com a coordenadora da FDDA Curitiba, educadora ambiental e integrante do Movimento SOSBICHO, Laelia Tonhozi, apesar dos avanços dos municípios na implementação de políticas públicas voltadas aos direitos dos animais, as questões citadas ainda precisam ser resolvidas.

Para ela, muitas dessas medidas poderiam ser atendidas se houvesse um hospital veterinário municipal para os animais da cidade.

Ela conta que a população de cães da capital é 400 mil, estando pelo menos 10% em situação de abandono. Destes, somente 4 mil estariam sendo esterilizados pela Prefeitura.

Laelia ainda afirma que as demandas não se referem apenas a animais domésticos.

Avanços

Mesmo considerando que algumas questões precisam ser melhoradas em Curitiba, Laelia acredita que o município já avançou bastante na questão dos direitos dos animais.

 

Fonte: Paraná Online

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>