Saiba como agir se o seu bichinho de estimação for picado

Animais estão sempre em movimento, dentro de casa, no quintal, na rua… Enfim, eles adoram brincar e descobrir lugares. Mas essas aventuras podem se tornar um risco para a saúde do seu bichinho, caso ele se depare com abelhas, escorpiões e até mesmo cobras. Aprenda como proceder em casos como esse e proteja seu animal.

O médico veterinário Alexandre Rocha explica que os sintomas de picadas nos animais são iguais aos dos seres humanos. O local afetado apresentará dor e inchaço, dificultando os movimentos. Porém o maior risco se dá quando a picada desencadeia uma reação alérgica no bichinho, provocando dificuldades na respiração e podendo levar a óbito.

Como não dá para colocar em risco a vida do pet, Alexandre recomenda que, de qualquer forma, o primeiro procedimento seja procurar um veterinário.

Se a picada for provocada por animais venenosos, como cobras e escorpiões, o ideal é levar junto o animal morto que picou o seu bichinho de estimação. É que, em alguns casos, existem soros para o tratamento. Lembre-se de levar o animal morto devidamente armazenado em uma caixa ou outro local fechado.

Para evitar que o seu bichinho passe por uma situação assim, o veterinário recomenda que sempre haja averiguação do local onde ele brinca ou passeia. <É importante observar se há riscos nas áreas próximas, como casas de abelha, grande quantidade de plantas e depósitos de lixo. Também deve existir um abrigo seguro para ele, principalmente durante a noite<, acrescenta.

Fonte: Pernambuco.com

 

Fonte:

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>