Tutor de cão morto após voo ao ES decide processar por danos morais

Tutor diz que cachorro morreu após 10 horas de voo

Cão teria morrido de parada cardiorrespiratória após voo da Gol

O tutor do cão Santiago vai entrar com processo de danos morais e materiais na próxima semana contra as Linhas Aéreas Gol. De acordo com Fábio Cesar dos Santos, o cão teria morrido de parada cardiorrespiratória no dia 13 de setembro, por ter ficado mais de 10 horas em um lugar fechado, tempo maior que o previsto por causa de um atraso no embarque de São Paulo para Vitória.

De acordo com o esteticista de cães e dono de Santiago, os documentos já estão reunidos.

Segundo o advogado Edison Lorenzini Junior, que atende ao caso, ele vai dar entrada no processo assim que os documentos chegarem em São Paulo.

Em nota, a Gol informou que lamenta profundamente pelo ocorrido. A empresa se prontificou a prestar esclarecimentos diretamente aos envolvidos.

 

Fonte: G1

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>