Tutora de cadela abandonada pode ser indiciada em PE

Tutora de cadela abandonada pode ser indiciada diz a delegada adjunta, Nely Queiroz Bezerra

Depois de vários dias abandonada no bairro de Boa Viagem, a cadela Marion foi levada por integrantes do Movimento de Defesa dos Animais de Pernambuco. Comeu, brincou, passou por exames. Foi adotada por um novo tutor, após uma corrente que se formou no Facebook. Ontem, depois de ser identificada pela polícia, a ex-tutora da cadela foi intimada a prestar depoimento. Ela não sabia, mas pode ser processada por abandono de animais de estimação, com base na lei dos crimes contra o meio ambiente.

A pena é de até um ano de detenção, além de multa. A delegada Nelly Queiroz, que cuida do caso, já antecipou que o responsável por abandonar a cadela vai ser indiciado criminalmente. O caso dela não é isolado. A Polícia Civil recebe, em média por dia, sete denúncias de maus-tratos ou abandono. Estima-se que 32 mil bichos estejam abandonados nas ruas do Recife.

O depoimento da ex-tutora da cadela Marion foi marcado por contradições, segundo a delegada Nelly Queiroz.

Com a dúvida quanto à responsabilidade pelo abandono, Nelly Queiroz intimou o pai e a vizinha que foi citada pela ex-tutora do animal. Eles vão prestar depoimento na próxima semana.

Segundo a delegada, os casos de maus-tratos aos animais têm crescido no estado.

A questão é de sensibilidade e respeito à vida<, disse. De acordo com Goretti Queiroz, representante do Movimento de Defesa dos Animais de Pernambuco, a ONG recebe mais de dez denúncias de maus-tratos todos os dias.

 

Fonte: Pernambuco.com

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>