Vizinha diz que filmou espancamento de cachorro porque agressões eram frequentres

Vizinha afirmou que agressões a cães eram frequentes

O delegado que investiga o espancamento de um cachorro da raça yorkshire em Formosa (289 km de Goiânia) informou que foi uma vizinha da agressora que entregou à polícia, há cerca de dez dias, o vídeo que mostra a agressão. Segundo Carlos Firmino Dantas, titular do 1º Distrito Policial de Formosa, a vizinha relatou que os maus-tratos eram frequentes e usou o vídeo para fazer uma acusação.

O vídeo, que foi parar no YouTube na última quarta-feira (14), mostra uma mulher -identificada pelo delegado apenas como Camila– maltratando o animal. A polícia investiga o paradeiro da agressora, mas ainda não sabe se ela deixou a cidade. Todos os vizinhos estão sendo convocados para prestar depoimento sobre as agressões.

Nas gravações, uma criança assiste a todo o espancamento. De acordo com o delegado Dantas, a criança tem dois anos de idade, e o cachorro morreu. A polícia vai investigar ainda se a criança também sofria agressão física ou psicológica.

No vídeo, que contém imagens fortes, a mulher arremessa o cachorro contra a parede e utiliza um balde para bater na cabeça do animal. Ao final das agressões, ele aparece tremendo em um dos cantos da área de serviço e é coberto pelo balde.

Na manhã de hoje, o vereador e presidente da Comissão da Defesa dos Direitos da Criança, Elias Vaz (PSOL-GO), entregou uma denúncia contra a mulher para a delegada-geral da Polícia Civil de Goiás, Adriana Accorsi. Além da investigação sobre a morte do animal, ele pede que seja investigada a presença da criança no momento das agressões.

No Twitter, a ex-senadora Heloisa Helena disse que entrou com uma representação contra a mulher no Ministério Público.

 

Fonte: UOL

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>