Marinha russa apresenta primeiro gato a acompanhar viagem militar à Síria

O Ministério da Defesa da Rússia publicou uma foto do primeiro gato a participar de uma viagem de longo alcance com a frota russa rumo à costa da Síria. Desde então, os internautas vêm discutindo um possível nome para o bichano e até sugeriram dar ao gato uma patente militar.

A foto, que viralizou nas redes sociais russas, também chegou à imprensa ocidental. O jornal britânico Telegraph, por exemplo, escreveu que “esse gato tem um trabalho mais perigoso do que os felinos britânicos têm em Westminster, que, acima de tudo, encontram-se com embaixadores estrangeiros e capturam camundongos”.

O jornal acrescenta ainda que, “embora a Rússia e o Ocidente tenham muitas diferenças, uma coisa que os une é a obsessão felina”.

Na Rússia, os gatos têm servido a bordo de navios durante centenas de anos e tornaram-se membros de pleno direito das tripulações, recebendo prêmios e medalhas, e até mesmo monumentos. Além de matar os ratos que infestam as embarcações, os bichos também ajudam a confortar os humanos em missões complexas.

Fonte: Gazeta Russa

Compartilhe!


Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>